quinta-feira, agosto 31, 2006

ARMAZÉNS URBANOS

(Lisboa) Também podemos avaliar a idade de uma casa ou o tempo de vida nela pela quantidade de tralha que se acumula. São os lixos que não temos coragem de deitar for não vá ser um dia últil. Coisas que acumulamos na esperança de um dia vir a servir. Encontrei no meio do lixo da casa onde vivo um mapa da Indonésia. Ninguém da minha família foi ainda à Indonésia mas o mapa está lá. Um dia haverá de ser útil, acredito. Deve ter sido agarrado numa Expo98 da vida ou numa feira do género onde se agarra tudo o que é grátis. Os sacos da última feira ou exposição, os papeis da publicidade, os jornais que se acumulam, os suplementos sobre actividades ou férias, os livros que vêm com estes últimos ou os CDs e os DVDs que se acumulam. É tudo um peso incrível.

O melhor mesmo era pegar nas coisas que não fazem sentido e deitar tudo no lixo. Tudo! E não sobrava nada para contar a estória. Eu ainda vou conseguir viver apenas com vinte quilos.

segunda-feira, agosto 28, 2006

domingo, agosto 27, 2006

PORTO DO FUNCHAL

PORTO DO FUNCHAL

(Lisboa) O novo Porto do Funchal, sem contentores, menos pesado. Um passeio ao Domingo pela costa da maior cidade da Madeira.

segunda-feira, agosto 21, 2006

O DIA DA CIDADE DO FUNCHAL ESTÁ A CHEGAR AO FIM

(Lisboa) São onze e quarenta e tal do dia vinte e um de Agosto, dia da cidade do Funchal. Pela milésima quadragésima vez o Nosso Presidente interrompe as suas férias na Ilha Dourada para dizer de sua justiça. Mais uma vez falou o que costuma falar já não achando estranho o autor deste blog necessário recolher qualquer registo sonoro por parte das rádios da Região. É sempre o mesmo tom agressivo e violento e o volume no máximo pode deixar Sr. Ilustre Presidente que podemos amplificar a sua voz: escusa de se esforçar.

sábado, agosto 19, 2006

EU AINDA SOU DO TEMPO

(Lisboa) De vez em quando ainda começo a escrever Dublin no início dos artigos. É o hábito. Se me enganar já sabem porque é.

Eu ainda sou do tempo da RTP-Madeira abrir às 19h. Ainda lembro-me de uma televisão a preto e branco na minha casa. Sou do tempo das Vespas no sítio antigo após a ponte do Ribeiro Seco embora nunca lá tenha ido por ser na altura muito novo. Sou do tempo em que se podia comer uma sandes ou tomar um café na placa central da Avenida do Mar, hoje essa placa é estreita e só tem relva. Enfim, ainda tenho vintes mas lembro-me de muita coisa.

Não sou do tempo desta fotografia aqui. Pelo nome do ficheiro consigo perceber que foi tirada em 1930. Na altura a Madeira deveria ser bem diferente do que é actualmente.

Esta e outras fotografias da Madeira antiga bem como a maior parte da Madeira recente podem ser encontradas neste sítio em inglês chamado de http://www.madeiraarchipelago.com.

Fui à procura de uma bandeira do Reino Unido () para assinalar a língua inglesa deste site para depois colocá-la em frente ao nome do URL. A partir de agora todos os sites não em português na lista de links estarão assinalados com a língua respectiva.

BLOGS SOBRE A MADEIRA II

(Lisboa) http://disportobay.blogspot.com/ é um blog de divulgação segundo o próprio das ACTIVIDADES DESPORTIVAS, CULTURAIS E DE LAZER PARA O PESSOAL DO GRUPO PORTO BAY HOTELS & RESORTS. NA ILHA DA MADEIRA..

Decidi compilar este link porque tem fotografias da Madeira e passeios em que o leitor se pode inspirar e adaptar para si e para os seus.

quinta-feira, agosto 17, 2006

PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS

PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS
(Lisboa)Os leitores mais antigos lembram-se de umas fotografias com o tema Padrão dos Descobrimentos publicadas há uns dois anos atrás neste mesmo blog. Decidi investir uns quinze minutos e ir ao arquivo, compilar os links e apresentá-los todos num único artigo ou post. Aqui está a selecção.


Não encontrei nenhum sítio oficial do Padrão dos Descobrimentos do género www.padraodosdescobrimentos.com ou www.padraodosdescobrimentos.pt mas talvez o mais próximo disso seja este URL: http://www.egeac.pt/padraodosdescobrimentos/. Contém informação importante como por exemplo como lá chegar ou uma pequena descrição do monumento.

quarta-feira, agosto 16, 2006

FICHAS DA IRLANDA - 048 (BRAY)


(Lisboa) Agora que estou fora da Irlanda as imagens da República serão publicadas para aí uma vez por semana.



Na imagem em cima: o caminho a pé para Greystones que eu não fiz todo. Fiz uma hora entre Bray e Greystones. Uma hora para lá e uma hora para cá.

terça-feira, agosto 15, 2006

FUMAR E O POLITICAMENTE CORRECTO


(Lisboa) Há uns dias atrás ouvia na rádio que uma empresa Irlandesa tinha colocado um anúncio que colocava de lado os candidatos fumadores. Colocava de lado nem era o termo, nem os considerava. O tom escandaloso surpreendeu-me porque isso existe cá dentro, basta pensar nas candidaturas para Assistentes de Bordo. E então? Uns podem e não é escandaloso e outros não podem só porque são irlandeses?

segunda-feira, agosto 14, 2006

NATAL NA MADEIRA

AVENIDA ZARCO

(Lisboa) Não sei se acabaram ou não as imagens que tenho do Natal de 2005 na Madeira. Esta aqui é da Avenida Zarco e da estátua de João Gonçalves Zarco.

domingo, agosto 13, 2006

QUINTAS DAS CONCHAS E DOS LILAZES

QUINTAS DAS CONCHAS E DOS LILAZES

(Lisboa) De volta à capital de Portugal. A Quinta das Conchas em Lisboa é um dos sítios mais agradáveis da cidade. Nesta altura o calor é muito mas mesmo assim é muito agradável lá estar.

QUINTAS DAS CONCHAS E DOS LILAZES

Muita gente pergunta-me se estou consciente do erro que fiz ao voltar e eu respondo: estou e como não tenho mais nada para dizer não digo. É verdade ninguém mais do que eu sente asco dos doutores de esquina, do não pode ser, do só segunda-feira, do achas que é fácil?, do estás muito mal habituado mas é mesmo assim. Não tenho mesmo nada para responder. Não tenho de ter. Porque haveria de ter?

QUINTAS DAS CONCHAS E DOS LILAZES

Este parque fica não muito distante de outro em construção avançada na região da Alta de Lisboa cujo nome ainda desconheço.

quarta-feira, agosto 09, 2006

FICHAS DA IRLANDA - 047 (BRAY)

BRAYLinha de comboio entre Bray e Greystones.

(Dublin) Daqui a pouco deixo esta cidade e este país e não há maneira de aprender a levar pouca coisa para onde eu vou. Tenho sempre que levar a casa às costas e não é preciso. Não é preciso levar muita coisa para se sentir confortável. Sempre tive esse problema, mesmo para um fim de semana num sítio qualquer a minha mochila estava sempre cheia tanto na ida como na vinda.

BRAYCosta entre Bray e Greystones.

Depois do desabafo inicial volto às fotografias. Já contei como tive a ideia de ir a Bray: foi um conselho de uma cabeleireira lituana. Um bom passeio para se fazer num Domingo disse ela. Falou-me de um monte e de uma cruz e quando não conhecemos nada a única coisa que se pode fazer é memorizar algumas palavras chave. Andei à procura do caminho para esse monte porque o monte e a cruz são visíveis do centro do centro de Bray. Andei às voltas num frio Domingo de Janeiro ou Fevereiro e cheguei até a entrar num terreno privado com uma placa a avisar que a partir dali, a responsabilidade caso alguma coisa me acontecesse, era minha. Voltei para trás e descobri que era bem mais fácil do que tinha imaginado. Basta seguir a linha de costa e não subir muito.

BRAYEntre Bray e Greystones.

Depois encontramos dois caminhos um que vai directamente até lá em cima à cruz e outro que na altura me pareceu contornar o monte e subi-lo em espiral. Escolhi a segunda hipótese.

Entre Bray e Greystones.

Andei andei e andei. Primeiro descobri que a partir de Bray o comboio tem apenas uma linha até Greystones. Depois descobri que não estava a subir o monte, estava cada vez mais longe da cruz mas continuei, à espera de chegar rapidamente a Greystones. Posted by Picasa

terça-feira, agosto 08, 2006

CARTAS DOS LEITORES VI

Caro amigo,
É um prazer visitar novas ideias e novos amigos. Após pesquisa e depois de
me ter enganado no nome do blog, sem querer fui ter ao seu trabalho.
Aproveito para lhe desejar felicidades!
Vou tentar dar o meu contributo modesto em data futura, mas por manifesta
falta de tempo, só nas minhas férias estarei mais disponivel para o mesmo.
Já vi que tem muitos links sobre a Madeira e, pensei enviar-lhe o meu
endereço pois talvez tenha algum interesse colocá-lo para que as pessoas
saibam mais sobre transportes maritimos, neste caso dedicado a uma empresa
que muito contribuiu para a economia e sociedade madeirense. Algumas imagens
são na cidade do Funchal, algumas já serão raras. Enfim é só dar uma
olhadela!
http://shipsinsulana.planetaclix.pt

Irei ter um blog insulana.blog - dedicado a diveros temas Zeppelins na
Madeira/Max Römer e as suas pinturas na Madeira/ Trens na Madeira
Enfim um pouco de cada!
Saudações para si, desde Lisboa
Carlos Monteiro


Obrigado a todos os meus leitores.

segunda-feira, agosto 07, 2006

NATAL NA MADEIRA



(Dublin) A última semana em Dublin. Partir custa sempre muito. As pessoas de quem gostamos não estão todas a viver na mesma rua.