segunda-feira, outubro 31, 2011

domingo, outubro 30, 2011

4.381.836.083

(Lisboa) Quando nasci era a 4.381.836.083. Existiam 4.381.836.082 mais eu no mundo. Hoje somos sete mil milhões ou 7.000.000.000. Ninguém sabe quanto é que o planeta aguenta ao certo. Só sabemos crescer por isso o caminho parece que vai acabar mal mas lá vamos nós sempre achando que somos os animais mais inteligentes. Quando Pedro descobriu o Brasil éramos 500.000.000. A terra tremeu forte em Lisboa, em 1755, 750.000.000 habitavam o planeta. Quando Portugal passou a ser uma república a contagem já ia em 1.750.000.000. Quando a Segunda Grande Guerra começou eram 2.070.000.000 almas. Para saber a sua posição no mundo clique aqui.

quinta-feira, outubro 27, 2011

TV BLOGUE - GRANDE PRÉMIO DA ÍNDIA

(Lisboa) A Europa já não é onde tudo se passa. Há cada vez mais circuitos novos no Mundial de F1. Este fim de semana a F1 estreia-se na Índia. Mais um dos circuitos novos que populam o campeonato.

domingo, outubro 23, 2011

AVENIDA DO MAR


(Lisboa) O aterro passou definitivamente a fazer parte da paisagem do Funchal. Há coisas que passam a fazer parte das nossas paisagens depois de uma situação de crise ou inesperada. Fazer o quê? Imaginar que não aconteceu?

sábado, outubro 22, 2011

O SEU PC ESTÁ GORDO?

(Lisboa) Há uns tempos tive uma ideia que não cheguei a desenvolver (ainda), talvez entre outras tantas. É bom ter ideias, frase batida esta. A ideia era criar um programa de software, tipo Explorador do Windows, em que os directórios eram indicados como gráficos representativos do espaço que ocupavam. Com o tempo os PCs ficam gordos, cheios de coisas que queremos guardar. Algumas ficam esquecidas. Ontem, um colega de trabalho mostrou-me que esse programa já existe. Chama-se TreeSize, traduzido seria Árvore de tamanhos. Com ele consegue-se ver onde estão as gorduras no computador. Está tão na moda falar de gorduras. 

Pode saber mais sobre este programa em: www.jam-software.com .

domingo, outubro 16, 2011

FRASE DA SEMANA


Aqui, a única universidade que ainda cria alguns lugares é a JSD.
in Entrevista de Raimundo Quintal ao Semanário Expresso.

(Lisboa) Só uma pequena explicação, para os leitores de fora de Portugal, que são muitos, quase metade por vezes: a JSD é a organização dos jovens militantes do partido PSD e o aqui refere-se à Madeira. Doloroso de ler não é? Passados todos estes anos de investimentos parece que ainda fica pior.

sexta-feira, outubro 14, 2011

TV BLOGUE - GOOGLE FLIGHT SEARCH



(São Paulo, Brasil) Fica bem mais simples. As agências de viagens parecem ter uma concorrência cada vez mais pesada. Para já só disponível para voos dentro dos Estados Unidos da América, por aqui.

GURGEL - O SONHO DO CARRO BRASILEIRO


(São Paulo, Brasil) Entre ter uma boa ideia sobre um serviço ou produto e conseguir sucesso no mercado vai uma grande distância. Há todo um caminho administrativo e executivo que exige várias competências. Gurgel era o carro cem por cento brasileiro, um sonho que também tenho em relação a um carro português. O mais próximo que estivemos de um carro português foi o Sado 550.

quinta-feira, outubro 13, 2011

POSTAIS DE SÃO PAULO - PONTE OCTÁVIO FRIAS DE OLIVEIRA


(São Paulo, Brasil) Uma das novas pontes em São Paulo, sobre o rio Pinheiros. Por estes lados também está instalada a Rede Globo com cenário para a ponte por isso não se esqueçam de acenar quando passarem sobre a estrutura.

quarta-feira, outubro 12, 2011

TV BLOGUE - EDITAR VÍDEOS NO YOUTUBE



(São Paulo, Brasil, No feriado de Nossa Senhora Aparecida e também dia das crianças) Editar os vídeos no YouTube. Aqueles que são seus claro.

TV BLOGUE - AEROPORTO DA MADEIRA NA TV GLOBO


(São Paulo. Brasil, Feriado de Nossa Senhora Aparecida é também dia das crianças) Tem até direito a português de Portugal sem legendas.

terça-feira, outubro 11, 2011

CORREIOS


(São Paulo, Brasil) Os carteiros estão em greve há algumas semanas. Os bancos também estão em greve desde há alguns dias. Os brasileiros têm mais dificuldade em pagar as contas que não chegam. A alternativa é a Internet. A mesma Internet tenho utilizado para estar a par do que acontece em Portugal. Não fico muito animado com o que leio ou ouço. Não me estou a referir à questão da Madeira por que essa questão há muitos anos que me desilude mas com o país todo. Quando me perguntam como está Portugal respondo: não está bem.

SEM TÍTULO PORQUE ISTO É TRISTE DEMAIS

(São Paulo, Brasil) Passadas mais algumas horas da desilusão dos resultados eleitorais na Madeira as coisas agora fazem outro sentido. O povo escolheu e é soberano. Por maior queda que seja, a vitória do PSD-M é uma de maioria absoluta. Em termos práticos ter vinte e cinco ou trinta e quatro deputados não muda nada! Serve de consolação, e só isso, a maioria dos votantes não votar PSD. Mas é só essa a consolação, mais nenhuma. Agora sem dinheiro a coisa vai ter de mudar e talvez daqui a quatro anos seja o fim do domínio laranja. Até lá vamos ter mais do mesmo.

Por estes dias Victor Freitas escreve no Diário que o mito da avestruz não tem nenhum paralelo. Mais tarde ou mais cedo somos confrontados com a realidade que tudo fazemos para negar. Tudo fazemos para negar até ela ser inegável. Mesmo assim continuamos a negar e a inventar desculpas. O caso mais típico quando há um problema é encontrar um exemplo pior do que o nosso. Se encontramos um caso pior que o nosso então aparece o momento Aha! Viram? Outros também fizeram bem pior. Isso parece desagravar o erro ou o problema. Ele continua lá mas deixou de ser grave porque outros fizeram pior.

O mesmo Victor Freitas sugere que quem fez a dívida que page. Não será assim, pelo menos nunca foi assim. Quem lucrou com a dívida vai pagar na melhor das hipóteses o mesmo que tu e eu se o tu destas linhas viver e pagar impostos em Portugal. Quem fez a dívida a mesma coisa. Valeu a pena, o crime compensou desta vez.

José Manuel Coelho no mesmo Diário afirma que o povo tanto dá os votos como tira. Não estou de acordo com aquela velha ideia que é necessário suspender a democracia durante seis meses. A democracia é o melhor que se conhece mas não ficou provado que a maioria decidiu mal durante estes anos todos? Desculpem, esqueci-me que outros fizeram pior logo a dívida não é tão mal assim.

E os novos partidos com representação parlamentar na assembleia regional? Que poderão eles fazer? Certamente farão mais per capita que os grandes partidos, cheios de deputados, a maioria deles desconhecidos em todas as frentes.

Rodrigo de Matos no seu cartoon de ontem colou bem a ideia já expressa neste texto de que não interessa mais nada, depois da maioria absoluta.

segunda-feira, outubro 10, 2011

POSTAIS DE SÃO PAULO - DO ALTO DO EDIFÍCIO ITÁLIA


(São Paulo, Brasil) A confusão de uma cidade é bonita. Pensar que há cem anos atrás São Paulo teria, mais ou menos uns trezentos mil habitantes. Hoje em dia tem mais de onze milhões. Há cem anos atrás o Funchal deveria ter umas cinquenta mil pessoas. Se tivesse crescido em termos populacionais da mesma maneira teria hoje à volta de dois milhões de pessoas. Comparações estúpidas à parte, se for a São Paulo, tiver um tempinho livre, vá ao Terraço Itália. O restaurante é caro mas compensa lá ir.

domingo, outubro 09, 2011

CHAPA


(São Paulo, Brasil) Chapa é uma profissão. O Chapa fica na beira da estrada, à entrada da cidade, à espera do camionista que vem de várias partes do Brasil e serve de guia dentro da cidade grande. Agora, com a democratização do GPS a profissão ficou em risco mas continua a existir, mas não se sabe se por muito mais tempo. Há um blogue dedicado aos chapas. Devem ter muitas histórias para contar.

ELEIÇÕES REGIONAIS 2011


(São Paulo, Brasil) Mais uma vitória do PSD-M. No total votaram em partidos de oposição 71888 pessoas. Pela primeira vez, creio, houve mais votos em partidos de oposição do que no PSD-M. Desta vez a maioria absoluta é só em mandatos. Ricardo Costa, na SIC, admite que Alberto João Jardim não fique os quatro anos ao comando. É possível, não sei. Espero que fique o tempo suficiente para perder pesado.

A imagem foi captada de http://www.rtp.pt/noticias/eleicoes/legislativasmadeira2011/

sábado, outubro 08, 2011

TRABALHAR NO BRASIL


(São Paulo, Brasil) Ir trabalhar para outro país exige abdicar de alguma coisa. Mesmo que não haja emprego no país onde estamos, mesmo que seja duro continuar a insistir em ficar. A dimensão a que me refiro é outra. Mudar de país significa muitas vezes mudar de realidade. Ficamos um pouco sem chão. Novo país significa uma nova cultura, muitas vezes uma nova língua, significa ficar longe do nosso suporte emocional. Mas isto você já deve saber.

Existem muitos sítios de emprego no Brasil. Como podem imaginar, existem muitos locais na Internet onde se podem anunciar empregos e publicar CVs para ser encontrado no mercado de trabalho. A referência [4] podem ser um ponto de partida. Como já escrevi, existem muitas mais.

Com plano ou sem plano, com ou sem emprego à nossa espera no destino convém talvez saber a massa salarial que podemos ambicionar. A página da Datafolha[1] pode dar uma ajuda nesse tópico para a região de São Paulo. O salário mais baixo que encontrei ronda os R$600 e o mais alto R$75325. O Euro, na altura em que escrevo estas linhas, está a 2.5 Reais. Para obter a sua cotação em Euro divida por 10 e multiplique por 4.

Outro tema importante é o custo da habitação. Quanto custa arrendar uma casa ou quanto custa comprar uma casa no local de destino. Onde ficará o seu emprego e qual a distância à sua casa. Quais os transportes a utilizar nessa deslocação e preços de carros caso queira mesmo comprar um. O sítio da SPTrans [2] ou do Metro [3] é um ponto de partida.

Neste momento já sabe quanto é que vai ganhar ao final do mês, já sabe quanto custa arrendar uma casa ou apartamento para viver. Sabe como vai de casa ao trabalho e do trabalho para casa. Agora outro tema importante. Quanto vai pagar de impostos? Isso é importante porque só depois dos impostos é que vai poder começar a utilizar o seu dinheiro. No Brasil só parecem existir cinco escalões de imposto sobre o rendimento: o isento, e quatro escalões de desconto. O escalão máximo é de 27,5% [5] [6] [7]. Para alcançar o escalão máximo bastam 1500 euros brutos. O rico e o classe média pagam o mesmo de imposto.

Referências:
[1] Datafolha.
[2] Sptrans.
[3] Companhia do Metropolitano de São Paulo.
[4] Catho.
[5]www.receita.fazenda.gov.br
[6]wikipedial
[7]www.mps.gov.br

sexta-feira, outubro 07, 2011

POSTAIS DE SÃO PAULO - EDIFÍCIO ITÁLIA

EDIFÍCIO ITÁLIA - SÃO PAULO

(São Paulo, Brasil) Foi o edifício mais alto em que já entrei. É também o segundo mais alto do Brasil. Perde por cinco metros para o Mirante do Vale. O prédio do Banespa, ou oficialmente, o Edifício Altino Arantes ocupa um modesto quarto lugar na listagem atual. Lá em cima existe um restaurante chamado Terraço Itália. Os almoços devem ser reuniões de negócios e os jantares são românticos pedidos de casamento. O elevador não é panorâmico. Se fosse não entraria, muito provavelmente.

EDIFÍCIO ITÁLIA - SÃO PAULO

O restaurante não é barato, mas este não é um restaurante qualquer. Daqui consegue-se ver, para qualquer dos lados onde se olhe, uma cidade infinita, que chega até ao horizonte. Adquiriu o importante estatuto de ponto turístico da cidade.

quinta-feira, outubro 06, 2011

À ESCUTA


(São Paulo, Brasil) Estou à escuta, à distância, a ler, a ouvir as notícias que veem da Madeira. O DN publica hoje uma sondagem sobre as eleições. Não é surpresa para mim a vitória do PSD-M, com maioria absoluta. A minha curiosidade não é essa. A minha curiosidade é saber se essa maioria absoluta vai ser mais fraca do que todas as outras. Estou curioso para ver também o desempenho do PND, o partido que mais tem feito oposição na Madeira. O resultado de José Manuel Coelho também me atrai. José Manuel Coelho foi para o PTP depois de um resultado histórico nas presidenciais assim como se fosse uma transferência de jogador de futebol. Foi exactamente isso, uma transferência de jogador valioso de um partido para o outro. Querem mais uma prova, entra como vice num partido. Ninguém entra como vice num partido.

A ver vamos.

A LUSA


(São Paulo, Brasil) A Lusa, foi o nome que dei à gatinha do Canindé, o Estádio Doutor Osvaldo Teixeira Duarte, da Portuguesa. É linda não é?

quarta-feira, outubro 05, 2011

EDIFÍCIO JOELMA


(São Paulo, Brasil) Este edifício foi palco de uma das maiores tragédias em território brasileiro. Estão por aí na Internet os vídeos e as explicações do que aconteceu. O crime do poço e o mistério dos treze corpos que nunca foram identificados. O acaso e o azar fazem coisas horríveis desta. A foto foi tirada em contra luz da 23 de Maio.Não deu para fazer melhor.

terça-feira, outubro 04, 2011

PARQUE DA JUVENTUDE

(São Paulo, Brasil) Provavelmente já ouviu falar da prisão do Carandiru. Há um filme sobre ela. Situava-se na região norte de São Paulo. Hoje, ainda existe lá uma penitenciária mas segundo ouvi, só para mulheres e bem mais pequena. No local do antigo Carandiru fizeram um parque, o Parque da Juventude. Na verdade o novo espaço é muito mais que um parque. É um sítio onde é possível fazer desporto, dar uma bela caminhada, existe uma faculdade e uma biblioteca. Ficou um espaço bem agradável.

SÃO PAULO - PARQUE DA JUVENTUDE

Carandiru é o bairro mas antes de ser o bairro é o nome do curso de água que atravessa  a região.

Há de tudo neste local. Grupos de cidadãos mais velhos que vêm fazer os seus exercícios. Há os grupos de amigos para uma futebolada, os casais de namorados, os grupos de estudantes que fazem faculdade, os que vão para a biblioteca e estão à porta aguardando a sua abertura. No meio da relva um tipo faz exercício com uma arma de fingir, provavelmente é estudante do exército, mais tarde um segundo menos hábil se junta. Depois há a gente esquisita que habita um pouco por toda a São Paulo. Esquisitos por preconceito meu mas também por influência de terceiros que me recomendam para manter a distância. Na verdade acredito que não devo ter medo se não tenho má intenção mas isto é teoria que não vale nada.

SÃO PAULO - PARQUE DA JUVENTUDE

São Paulo é assim. Lisboa também é assim. O rico convive com o pobre ou muito pobre, por vezes no mesmo quarteirão. Dizem que assim não há guetos. Na verdade não é por estarem no mesmo quarteirão que os guetos deixam de existir. Os guetos existem porque é muito fácil descer para uma situação de pobreza mas é incrivelmente complexo subir os degraus da prosperidade e nem sempre, acredita-se, com trabalho isso se consiga.

segunda-feira, outubro 03, 2011

POSTAIS DE SÃO PAULO - SÉ


(São Paulo, Brasil) Sábado de manhã. Praça da Sé. Uma turista loura tem uma máquina de fotografias pendurada no pescoço. Uma daquelas de teleobjectiva, enorme. Considerada uma zona de alto perigo em termos de segurança descontraio um pouco. A minha discretíssima Canon não dará nas vistas com um isco daqueles por perto. Outros turistas batem fotos por aqui e por ali. Nestas condições, parece seguro tirar uma foto da Catedral da Sé.

POSTAIS DE SÃO PAULO - A KOMBI


(São Paulo, Brasil) Para onde vou encontro sempre uma Kombi.

domingo, outubro 02, 2011

FRASE DA SEMANA

AVENIDA PAULISTA - SÃO PAULO - BRASIL

(São Paulo)

De um certo ponto de vista, a crise foi muito boa, pois não teria a oportunidade de aprender se não fosse forçado.
Daniel Mendes, 49 anos, empresário in revista Você S/A