terça-feira, agosto 27, 2013

TV BLOGUE - O BARCO DO AMOR


(Lisboa) O título em português era assim mas o Pacific Princess, o navio protagonista da série The Love Boat já foi desativado. Li que no início deste mês terá chegado à Turquia para ser desmantelado. Foi uma vida feliz certamente e um dos barcos mais famosos de sempre que ficará imortalizado. Eu não seguia a série, não me lembro de nenhum episódio, de nenhum personagem pelo nome, de nenhuma passagem. Lembro-me do som da música que vinha da televisão no genérico e de algumas caras. É delicioso recordar o passado.

segunda-feira, agosto 26, 2013

CÉUS

(Lisboa) O Almeida Garrett leva-me para a Capital. Lá em baixo o Lobo Marinho aproxima-se do Porto Santo num dia calmo, quente e bonito de Agosto do ano de 2013. Não sei se sabem mas as primeiras viagens Lisboa Funchal eram bem diferentes. Os aparelhos voavam bem mais baixo e atingiam velocidades máximas de duzentos ou menos quilómetros hora. A gasolina também era apertada e se os ventos não tivessem favoráveis poderia não dar para chegar. O tempo de viagem poderia chegar a seis, sete ou mais horas. Hoje somos mais exigentes que isso, somos muito mimados.

CS-TTL ALMEIDA GARRETT

domingo, agosto 25, 2013

CASA DO SARDINHA

CASA DO SARDINHA - ILHA DA MADEIRA

(Lisboa) Quase no final da Vereda da Ponta de São Lourenço está a Casa do Sardinha. Numa das placas está escrito que é possível pernoitar aqui. Para os que estão de passagem é possível visitá-la. Tem um dos seus quartos abertos onde se explica um pouco da história desta casa e destes terrenos. Depois há o habitual espaço de souvenires com postais, chaveiros e livros.

LARGO DO MUNICÍPIO - FUNCHAL

(Lisboa) Também conhecido por Largo do Colégio. É uma das praças da cidade do Funchal. É aqui que está a Câmara Municipal do Funchal, à direita da Igreja do Colégio (na imagem) mas não está visível na fotografia. O nome oficial da é Igreja de São João Evangelista mas sempre a conheci como Igreja do Colégio. Na rede das redes, também chamada de Internet, existe o sítio da Igreja do Colégio. Não sei se é possível visitar as suas varandas lá no alto da construção. Gostava de lá ir um dia. Aí e também visitar o alto da Igreja da Sé.

LARGO DO MUNICÍPIO - FUNCHAL

AS RUAS DESERTAS DO FUNCHAL

(Lisboa) Em agosto não há muitos navios de cruzeiros a parar no Porto do Funchal. Onde estão os navios que noutros meses mais frios param aos dois e aos três por dia no Funchal? Devem estar por outras paragens porque ficar parado significa perder dinheiro. Como o Porto está vazio resta-me virar-me para a cidade vazia nos domingos e feriados e percorrer a pé. Andar a pé ainda é a melhor maneira de conhecer um lugar. Vivi cá a maior parte da minha vida mas acreditem que estou sempre a descobrir coisas novas no Funchal e na Madeira. Faz-me confusão ter muitos carimbos no passaporte e não ter reparado que a luz da minha rua fundiu e está apagada à noite desde há alguns dias.

sábado, agosto 24, 2013

VICIADOS EM GASOLINA

(Lisboa) São Paulo escolheu discutir o problema. Muitos carros e muitos só com um ocupante todos os dias, a toda a hora. Todas as manhãs e final de dia é a mesma coisa também em Lisboa. Vamos ter de pensar bem como usar, de uma maneira mais eficiente, os recursos energéticos que temos ao nosso alcance. Os prédios começaram por ter um estacionamento. Um passou a ser curto, depois dois passou a ser curto. Acrescentar mais um sempre passa a ser curto passado um tempo.

Ler o artigo do Jornal Nacional aqui.

FUNCHAL DEVOLUTO II

RUA DAS PRETAS - FUNCHAL

(Lisboa) Não há nada de mau em as coisas fecharem. Quando renascem novos projetos guardam-se as boas lembranças do que passou. O problema atual é não haver esperança de que o novo seja capaz de substituir o velho.

Já que o blogue Funchal Devoluto ficou também um espaço devoluto publico mais uma imagem do Funchal devoluto de hoje. Cada vez mais lojas e espaços no centro parecem estar abandonados. Parecem, é a minha percepção, não tenho números nem estatísticas para partilhar.

domingo, agosto 18, 2013

VEREDA DA PONTA DE SÃO LOURENÇO

VEREDA DA PONTA DE SÃO LOURENÇO
(Funchal) A Vereda da Ponta de São Lourenço engana. Parece fácil de fazer para quem espreita da rotunda asfaltada onde se deixam os carros e autocarros. Uma descida e subida iniciais encorajadoras e uma placa a indicar Cais do Sardinha a apenas três quilómetros. A vereda melhorou muito. Tempos houve em que as partes mais perigosas não tinham proteção. Os trilhos são percorridos por um conjunto muito grande de pessoas com mais ou menos limitações físicas e a proteção colocando varandim era uma evolução inevitável numa terra turística. Para chegar à praia Cais do Sardinha, mesmo assim, requer alguma determinação que é recompensada por um refrescante banho nas águas mais quentes da Madeira. O percurso é todo ele exposto. Se tiver sol o caminhante apanha um bronze no final do caminho. Se for apanhado pela chuva não tem igualmente sítios para se abrigar. O melhor mesmo é iniciar a caminhada o mais cedo possível para evitar as horas de maior calor. Para chegar à primeira praia é rápido. Em relação ao Cais do Sardinha demora um pouco mais. A praia é de calhau e para quem não está habituado pode custar um pouco andar e aceder à água. Na Casa do Sardinha vai encontrar recordações para levar para casa. Uma casa construída no meio do nada. Deve ser uma experiência inesquecível dormir uma noite por aqui. Isolado do mundo e tendo como acesso ao resto uma vereda de três mil metros ou um cais a meia duzia de passos. Nas placas que encontrei pelo caminho creio ter lido que é possível pernoitar por lá mas não sei pormenores. É um passeio muito interessante. Nem pense em desistir pois vai perder paisagens muito interessantes que melhoram ao longo do tempo. À medida que o dia vai aquecendo e o Sol fica mais alto e mais quente e as imagens vão ganhando cores bonitas. De vez em quando um avião da TAP, ou outro qualquer, passa por cima das nossas cabeças a baixa altitude em aproximação ou a descolar do Aeroporto da Madeira. O turismo mudou em relação ao tempo de escola quando vivia na Ilha. Ficou mais jovem e massificou-se. Em relação às comunicações com o mundo não se preocupe, embora o sinal possa ser fraco em alguns pontos é possível aceder ao 2G e ao 3G ao longo de todo o trajecto sem grandes problemas. Reserve umas boas horas para desfrutar da caminhada, da paisagem e das praias e verá que não se vai arrepender.
VEREDA DA PONTA DE SÃO LOURENÇO

VEREDA DA PONTA DE SÃO LOURENÇO
VEREDA DA PONTA DE SÃO LOURENÇO
VEREDA DA PONTA DE SÃO LOURENÇO
VEREDA DA PONTA DE SÃO LOURENÇO

sábado, agosto 17, 2013

O FOGO DE 2013

(Funchal) O objectivo era fotografar as mudanças na cidade estaleiro mas obviamente o fogo não me passou despercebido. Lá em cima, o Funchal ainda passa por maus momentos. Cá em baixo não estamos melhor. Está tudo destruído também.

FUNCHAL

FUNCHAL

FUNCHAL DEVOLUTO - RUA CÂMARA PESTANA

RUA CÂMARA PESTANA

(Funchal, no calor tórrido de agosto) Funchal Devoluto é o nome de um blogue não atualizado há mais de um ano. Esta poderia ser uma das fotos publicadas nesse sítio. É um foto blogue que mostra o que está abandonado no Funchal. A moda dos grandes centros comerciais também contribuiu para isto. Pegaram no comércio e concentraram-no em pontos fora do centro numa estratégia que nunca percebi mas que acabou com o ganha pão de muita gente e tornou os negócios tão profissionalizados que só grandes empresas conseguem vender certos produtos. Evolução? Não sinto isso. É um desenvolvimento selvagem que mata tudo à volta. Lindo não é? Para continuar só é preciso votarem em quem sempre votaram.

sexta-feira, agosto 16, 2013

FUNCHAL - CIDADE ESTALEIRO

(Funchal, 28ºC) Os dias correm e o Funchal continua uma cidade estaleiro. Ainda falta um bom bocado para isto acabar.

FUNCHAL - CIDADE ESTALEIRO

segunda-feira, agosto 05, 2013

TV BLOGUE - A TERRA A FICAR PARA TRÁS


(Lisboa) Assustador ver a o Planeta Terra a se afastar assim. As imagens foram captadas há oito anos quando a sonda Messenger partiu para Mercúrio. Um dia, se conseguirmos ultrapassar os desafios de um planeta lotado e no limite das suas capacidades consumistas os humanos, para sobreviverem, terão de abandonar este planeta. Será um dia triste com certeza mas será o início de novas aventuras.

NAILS DAS BARBIES

(Lisboa) As tais Barbies que escreve Clara Ferreira Alves esta semana no Expresso. Encontro-as todos os dias nos transportes públicos. Encontro-as um pouco por todo o lado. A elas e aos Kens porque uma Barbie não pode existir se não existir também um Ken. Parece uma existência fácil. O mundo deve parecer fácil para quem passa a vida como figurante dessas festas inúteis cheias de gente inútil que confunde competência com beleza. Confundem postura com fachada e estilo com o cheiro da sua própria endogamia. O evoluir da idade começa a tirar-me a esperança neste país cheio de gente aparentemente sem rumo e sem vontade de construir nada. Um país à venda no OLX ou no Custojusto.

domingo, agosto 04, 2013

TV BLOGUE - O AQUECIMENTO GLOBAL

(Lisboa) A evolução das temperaturas em relação à média por anos. À medida que o vídeo se aproxima do fim os amarelos e laranjas e vermelhos vão aparecendo mais e em maior. O que eu e o leitor, sozinhos, podemos fazer? Pouco ou muito pouco. Este é um problema global que só poderá ser resolvido globalmente. Quanto mais tarde começarmos pior para todos, humanos e não humanos.